Benefícios fiscais de insumos agrícolas e agrotóxicos são prorrogados até 2025


Foi aprovada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), a renovação do Convênio 100/97 até o ano de 2025, que reduz em 60% a base de cálculo do ICMS nas saídas de insumos agropecuários entre os estados.


O convênio abarca diversos itens como herbicidas, fungicidas, inseticidas, bactericidas, parasiticidas, germicidas, acaricidas, nematicidas, raticidas, desfolhantes, dessecantes, espalhantes, adesivos, estimuladores e inibidores de crescimento, vacinas, soros e medicamentos para uso tanto na agricultura como na agropecuária, assim como também os inoculantes.


Ainda sobre a renovação do Convênio 100, houve a alteração de um único ponto. Os fertilizantes nacionais e importados contarão com a uniformização da alíquota em 4%, lembrando que a isenção de ICMS antes somente incidia sobre fertilizantes importados.


A uniformização da alíquota ocorrerá de forma gradual, com transição da tributação de 1% ao ano a partir de 2022, devendo alcançar os 4% em 2025.

De acordo com os estados, os benefícios estimam, até 2025, uma meta de 35% de crescimento da produção da indústria nacional de fertilizantes.


Dvolv - Inteligência Tributária⁣⁣⁣

📍 Avenida Brasília, 2121 - sala 1315 l Araçatuba/SP⁣⁣⁣