Como fica a carga tributária com a CBS?


O Projeto de Lei nº 3.887/2020, que institui a Contribuição Social sobre Operações com Bens e Serviços – CBS, além de trazer em seu teor a base de cálculo da alíquota (arts. 7º e 8º) traz também a possibilidade de apropriação de créditos (art. 9º).

Art. 7º A base de cálculo da CBS é o valor da receita bruta auferida em cada operação. Parágrafo único.


Não integra a base de cálculo da CBS o valor:


I - do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação - ICMS destacado no documento fiscal;


II - do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza - ISS destacado no documento fiscal;


II - dos descontos incondicionais indicados no documento fiscal; e


IV - da própria CBS.

Art. 8º A alíquota geral da CBS é de doze por cento.

Art. 9º A pessoa jurídica sujeita à CBS incidente na forma deste Capítulo poderá apropriar crédito correspondente ao valor da CBS destacado em documento fiscal relativo à aquisição de bens ou serviços.

Fique atento às próximas publicações!

Dvolv - Inteligência Tributária


Avenida Brasília, 2121 - sala 1315 l Araçatuba/SP