“Operação Noteiras” é deflagrada pelo Fisco paulista


A criação de “empresas fantasmas” por um grupo de contribuintes do setor de plásticos, com o objetivo de transferir créditos de ICMS, foi desarticulada pela Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo nesta quarta-feira (12).


De acordo com a Sefaz-SP, no esquema fraudulento, as notas fiscais eram emitidas simulando aquisições de mercadorias com crédito de ICMS e utilizados para diminuir o imposto a pagar ao Estado de São Paulo.


Ainda, segundo o órgão fiscalizador, foram emitidas cerca de 20 mil notas fiscais no valor aproximado de R$ 4 bilhões, totalizando mais de 200 milhões em imposto.


A Sefaz-SP realiza diariamente o monitoramento das operações que envolvem contribuintes paulistas para identificar possíveis fraudes.


Sonegar tributos gera concorrência desleal e coloca em risco o patrimônio do contribuinte.


Um planejamento tributário eficiente tem a capacidade de reduzir ao máximo os tributos do contribuinte de forma legal.


Procure a @dvolvinteligenciatributaria e não arrisque o seu patrimônio.


Fonte: https://bit.ly/3wcbdkz


Dvolv - Inteligência Tributária

📍 Avenida Brasília, 2121 - sala 1315 l Araçatuba/SP